terça-feira, 14 de setembro de 2010


PT ameaça processar pastor Piragine Jr. por declarações caluniosas?
 

O Pastor da 1ª Igreja Batista em Curitiba (PR), Paschoal Piragine Júnior falou de púlpito no último dia 29 de agosto contra os candidatos do PT alertou para que os evangélicos não votem em nenhum candidato do partido citado. Tal atitude gerou revolta entre os integrantes do Partido Trabalhista, levando a causa à justiça, segundo assegurou o dirigente do PT, Enio Verri em entrevista à Rádio CBN do Paraná. O próprio líder afirmou que vai acionar o pastor juridicamente.

Durante sua pregação, o pastor Piragine Jr. colocou em questão a "iniquidade estatizada" e afirmou que o Partido dos Trabalhadores manifestou-se favorável ao aborto e à PLC 122/06 durante o Congresso Anual.

O pastor da 1ª Igreja Batista de Curitiba pediu a todos que orassem pelas eleições e, logo após exibiu um vídeo, no qual casos de abortos, infanticídios indígenas e ameaça à igreja através do PLC 122/06 eram lembrados.

Enio Verri assegurou que as declarações de Piragine Jr. são mentirosas e misturam posição pessoal e política. Finalizando seu depoimento, o dirigente do Partido insinuou que a as atitudes do Pr. possam ter comprometido sua salvação. “Não esperava que um pastor proferisse a mentira, certamente o céu não será destino dele”.

Até o atual momento, o vídeo com as declarações de Piragine Jr. já ultrapassou a marca de 1 milhão de vizualizações. Confira:

http://www.youtube.com/watch?v=ILwU5GhY9MI&feature=player_embedded

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELA VISITA.