sábado, 19 de março de 2011

Site lista 11 coisas que você não deve postar no Twitter



Pense antes de tuitar, sugere o site do The Huffington Post. O Twitter, como todos sabem, é uma ferramenta de comunicação utilizada por aqueles que gostam de protestar, jornalistas, astronautas e até funcionários públicos. Mas, de acordo com o The Huffington Post, os tuiteiros devem ter cautela,uma vez que o serviço de microblog é também frequentado por empregadores, seguradoras, agentes da lei e até mesmo por criminosos. E com os sites de busca como Google e Bing integrando em seus resultados as atualizações do Twitter, é preciso ter ainda mais cuidado com o que se tuita.
Cento e quarenta é tão pouco que se torna tentador atualizar o Twitter sem se pensar no impacto que um simples tweet pode ter. Especialistas concordam que os usuários devem refletir um momento antes de tuitar, especialmente se essas atualizações são públicas, pois esse momento de reconsideração pode lhe poupar o emprego, sua segurança pessoal e até sua reputação conforme alerta o The Huffington Post. É claro que a lista não deve ser levada ao pé da letra, especialmente por se tratar de uma lista feita por um site norte-americano, onde a realidade é bastante diferente da brasileira, mas nunca é demais prevenir, certo?
Confira abaixo 11 coisas que você não deve fazer no Twitter e protega-se:
1. Confissões e fofocas do trabalho: Se você está indignado com seu chefe ou jogando Hookey no trabalho, é melhor não tuitar sobre isso. Além disso, alerta Amber Yoo, do site PrivacyRights.org, tuitar suas opiniões sobre coisas relacionadas ao trabalho pode lhe trazer problemas. "A menos que seja brilhante, não poste opiniões sobre sua empresa, clientes, produtos e serviços. Os empregadores estão cada vez mais acompanhando a conduta do empregado no Twitter", diz Yoo. "Um tweet pode lhe custar um emprego se você não for cuidadoso".
2. Informações pessoais e íntimas: Deixe detalhes da sua vida pessoal fora do Twitter. Um simples tweet e você pode colocar em risco sua identidade ao revelar, por exemplo, data e local de nascimento, número de segurança social, nome de solteiro ou o nome de solteira da sua mãe. O próprio Twitter recomenda que as pessoas sejam cautelosas, principalmente por conta dos esquemas de phishing - forma de fraude em que o fraudador se faz passar por uma pessoa ou por uma empresa confiável. "As pessoas nem sempre são quem dizem ser por trás do seu perfil no Twitter e você deve ser cauteloso em qualquer troca de informações que peça dados de contato privados, informações pessoais ou senhas", explica a Central de Ajuda do Twitter.
3. Localização exata: A ferramenta de geolocalização de suas mensagens no Twitter pode ajudá-lo a compartilhar sua posição sem desperdiçar alguns de seus preciosos 140 caracteres. Porém, essas "geotags" podem também ser utilizadas por stalkers - perseguidores - para descobrir a sua localização. A boa notícia é que você pode jogar essa ferramenta fora a qualquer momento.
4. Cronograma de férias: Pode parecer estranho, mas os assaltantes, de acordo com o The Huffington Post, têm admitido que usam as redes sociais para planejar assaltos a residências. Se você compartilhar em um tweet público que está saindo de férias por uma semana, está dizendo também que sua casa está abandonada por uma semana.
5. Sua rotina: "Seja cuidadoso e não compartilhe detalhes de sua rotina", diz Amber Yoo, do site PrivacyRights.org. "Tuitar sobre andar até o trabalho, sobre onde você vai no seu intervalo para almoço, ou quando você volta para a casa pode ser perigoso porque permite que o criminoso o siga".
6. Nome dos seus filhos e a rotina deles: Crianças podem ser alvo fácil para predadores online e ladrões de identidade. Você pode manter seus filhos em segurança se deixar o nome deles fora das suas atualizações no Twitter e não postar onde você vai buscá-los e deixá-los todos os dias.
7. Atividades de risco: As companhias de seguros não são bobas. Nos últimos tempos, elas têm usado o Twitter para investigar pedidos de compensação e também para avaliar o cliente e os riscos que ele corre. Tuitar frequentes viagens com escaladas, por exemplo, podem resultar em valores mais altos das apólices. Se você já entrou com pedido de compensação da deficiência, ao menos nos EUA, sua companhia de seguros pode procurar seus tweets sobre as atividades de risco elevado e usá-las para complementar um caso contra você. É, cuidado.
8. Não troque ataques pessoais com outros usuários: A Central de Ajuda do Twitter recomenda que seus usuários não respondam ataques de provocadores: "Você pode encontrar no Twitter pessoas que você não gosta, que dizem coisas das quais você discorda e acha ofensivas. Por favor, permaneça cortês, mesmo se os outros não o forem. A retaliação pode reforçar o mau comportamento e apenas incentiva intimidações. Não responda ou retuite mensagens de bullying ou malvadas. Lembre-se que as coisas que você diz podem ser muito doloridas para as outras pessoas. Não se transforme num tirano".
9.Fotos com localidade: É arriscado publicar tweet com fotos que mostram como você se parece e como é a sua casa. Além disso, alguns smartphones incorporam automaticamente dados de geolocalização em suas fotos, fazendo com que você nem perceba o que está revelando com uma simples fotografia. Segundo o site PrivacyRights.org, sua localização em tempo real pode indicar onde é sua casa e endereços de trabalho, seus padrões de deslocamento, que instituição religiosa visita, quantas vezes vai ao médico, de que comícios políticos você participou e até mesmo se está procurando conselhos de um advogado.
10. Tweets picantes ou fotos inapropriadas: "Os empregadores verificam rotineiramente o Twitter antes de contratar um indivíduo para ter referências das redes sociais que ajudam na hora de escolher seus futuros empregados", diz o fundador do Reputation.com, Michael Fertik. Faça um uso melhor do que o senso comum do upload de fotos para o Twitter - se você não quer que seu chefe ou sua avó vejam, é provavelmente uma boa ideia se segurar e mantê-las offline.
11.Não conte cada detalhe da sua vida: Você pode achar que não, mas tuitar constantemente pode incomodar outros usuários. Peneirar tweets pode ser uma tarefa desagradável."Esse tipo de tweet torna-se irritante, toma espaço e manda a atenção para outros usuários, links e comentários para longe", escreveu a PC World, que complementa: "se você tem muito o que dizer, talvez devesse ter um blog.


fonte Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELA VISITA.