segunda-feira, 18 de abril de 2011

Homem que Estuprou Evangélica diz também ter Matado Morador de Rua Quando questionado sobre o motivo de ter amordaçado a vítima com um pano , o acusado respondeu que era para a irmã não gritar


Homem que Estuprou Evangélica diz também ter Matado Morador de Rua 
 
Moisés de Souza, suspeito de estuprar mulher de 54 anos de idade em igreja, foi visto por populares que chamaram a PM

Moisés de Souza, suspeito de estuprar mulher de 54 anos de idade em igreja, foi visto por populares que chamaram a PM

Moises França de Souza, 30, preso na quarta-feira (13) por espancar e estuprar uma senhora de 53 anos dentro da igreja Assembleia de Deus, na avenida São Jorge, bairro de mesmo nome, Zona Centro-Oeste, na noite da última segunda-feira (11), confessou também ter assassinado um morador de rua no Centro.

Em um novo depoimento prestado na manhã desta quinta-feira (14) à delegada titular do 5º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Vanessa Pereira, Moisés declarou que matou a facadas, há quase uma semana, um homem identificado como ‘Cabeludo’ ou ‘Índio’, na rua Teodoreto Souto, próximo ao antigo Hotel Amazonas, Centro.

Segundo Moisés, o motivo do crime foi para vingar uma ameaça de morte que sofreu de Cabeludo há cinco anos.

Na tarde desta quinta, Moisés seguiu para a cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, Centro, onde aguardará pelo julgamento dos dois homicídios que cometeu.

Estupro de Evangélica


Ao ser interrogado pela segunda vez no 5º DIP, Moisés França negou que tenha estuprado a senhora de 53 anos, que segue internada no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, Zona Leste. Mas quando foi questionado sobre o motivo de ter amordaçado a vítima com um pano , o acusado respondeu que era para a irmã não gritar. “Não estuprei, mas bati várias vezes na vítima, porque tinha bebido demais”, disse.



Informações A Crítica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELA VISITA.