quinta-feira, 16 de junho de 2011

Você não precisa carregar tijolos


Uma reflexão do Salmo 81

"Cantem com alegria a Deus, o nosso defensor; cantem louvores ao Deus de Jacó.
Comecem a música e toquem os tamboris; toquem músicas alegres nas liras e nas harpas.
Toquem a trombeta para a festa quando chegar a lua nova e quando for lua cheia.
Isso é lei para Israel, é uma ordem do Deus de Jacó.

Quando Deus marchou contra a terra do Egito, ele deu essa lei ao povo de Israel. Ouvi uma voz, que eu não conhecia, dizendo:

Eu tirei das costas de vocês as cargas pesadas, fiz com que vocês ficassem livres de carregar os cestos cheios de tijolos. (Grifo meu)
Quando estavam aflitos, vocês me chamaram, e eu os salvei. Lá de onde eu estava escondido, na tempestade, eu lhes respondi. Eu os pus à prova na fonte de Meribá. Meu povo, escute os meus conselhos! Ó Israel, como eu gostaria que você me ouvisse!
Nunca mais sirvam nenhum deus estrangeiro, nem adorem nenhum deus estranho.
Eu sou o SENHOR, o Deus de vocês, sou aquele que os tirou da terra do Egito. Abram a boca, e eu os alimentarei.
Mas o meu povo não quis me ouvir; Israel não me obedeceu.

Portanto, eu deixei que eles andassem nos seus caminhos de teimosia e que fizessem o que queriam.
Como gostaria que o meu povo me ouvisse, que o povo de Israel me obedecesse!
Eu derrotaria logo os seus inimigos e castigaria todos os seus adversários. Aqueles que me odeiam se curvariam diante de mim, e o castigo deles duraria para sempre.
Mas a vocês eu daria o melhor trigo e os alimentaria com mel do campo, até que ficassem satisfeitos”. (Salmo 81, NLH)

Quando o povo de Israel caminhou no deserto, eles não apenas peregrinaram durante muito tempo sem direção, mas também carregaram cestos e cargas desnecessárias. O versículo 6 do Salmo 81 revela bem isso, quando o próprio Deus retirou deles os pesados cestos.

E não é diferente com a nossa vida hoje. Quantas vezes nos sentimos cansados e sobrecarregados a ponto de pensar que não vamos suportar ou, pior, questionamos porque Deus permite que carreguemos tanto peso.

Mas não, Ele não permite que carreguemos excesso de peso, pois o seu fardo é leve e seu jugo, suave. Ele nunca envia peso maior do que podemos carregar. Ele é nosso Criador, conhece nossa estrutura e nossa capacidade.

O que infelizmente ocorre muitas vezes é que nós mesmos procuramos pesos e tijolos desnecessários. Então os colocamos em nossa bagagem e a caminhada fica mais difícil. Esses tijolos podem ter a forma de preocupações com coisas sobre as quais não temos nenhum controle, pode ser em forma de ansiedade excessiva, medos sem motivo real, insatisfações e tantos outros problemas dos quais poderíamos simplesmente abrir mão, ou melhor, levá-los a Cristo.

Mas a boa notícia vem diretamente do coração de Deus para nós: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.” (Mateus 11.28). Essa é uma promessa e certeza maravilhosa, pois Ele tira toda carga pesada e excessiva. E o primeiro passo cabe a nós. Devemos ir a Ele. E quando vamos a Ele, não apenas recebemos alívio para os excessos que a vida nos impõe, mas o Pai ainda tem pra nós “o melhor trigo e mel puro, do campo” (Sl 81.16). O verdadeiro alimento que nos sustenta e satisfaz.

Portanto, não sejamos “teimosos”, levemos ao Pai os nossos “tijolos” – preocupações, ansiedades, medos. Podemos escolher carregar um fardo leve e receber de Cristo o alimento que nos fortalecerá quando as provações tentarem minar nossas forças e sufocar nossa fé.

Lembre-se: “você não precisa carregar tijolos”.

Por: Denise Tomaz de Souza

Fonte: lagoinha.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELA VISITA.