sábado, 6 de agosto de 2011

Japão lembra o 66° aniversário do bombardeio de Hirosihima



Getty Images

fonte:TÓQUIO (O REPÓRTER) - No 66° aniversário do bombardeio atômico norte-americano à cidade de Hiroshima, o prefeito dessa cidade instou ao governo nacional a mundança na política de energia nuclear. A cerimônia anual foi realizada no Parque da Paz de Hiroshima na manhã deste sábado, com a presença do primeiro-ministro, Naoto Kan, e com a presença de cerca de 50.000 pessoas.

Na cerimônia os participantes fizeram um minuto de silêncio às 8:15 AM, o momento exato quando a bomba foi lançada em 1945. Na sua declaração anual de paz, o prefeito da cidade, Kazumi Matsui, pediu ao governo japonês para rever rapidamente sua política energética em meio à crise nuclear em curso após o terremoto e tsunami sofridos em 11 de março pela central nuclear de Fukushima. 
Matsui disse que a contínua ameaça de radiação tem gerado uma enorme ansiedade entre os afetados pelo e abalou a confiança do público na energia nuclear. Por sua vez, o primeiro-ministro Kan disse em seu discurso de que para criar um mundo livre de armas nucleares, o Japão levará adiante discussões globais sobre o desarmamento e a não-proliferação por ser o único país a ter sofrido bombardeios atômicos.
Kan também reconheceu quie o acidente nuclear de grande escala e de longo prazo em Fukushima que liberou materiais radioativos gerou enorme preocupação em todo o mundo. E afirmou que o Japão reduzirá sua dependência de energia nuclear para se tornar uma sociedade que não seja dependente da energia nuclear.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELA VISITA.