terça-feira, 5 de abril de 2011

“TRAZEI TODOS OS DÍZIMOS A CASA DO TESOURO....”.ML 3.8

1. O Plano divino de prosperidade inclui o DÍZIMO. Muitas pessoas são enfraquecidas pela sua própria pobreza, e, muito freqüentemente, sua pobreza é causada pela desobediência delas à Palavra. Há muitas maneiras pelas quais as pessoas podem ser desobedientes; uma delas é roubar a Deus! Esta passagem nos diz claramente que aqueles que retêm seus dízimos e ofertas estão roubando de Deus. Como conseqüência, eles também estão roubando deles próprios às bênçãos que Deus quer conceder-lhes. Veja que quando você não dá seu dízimo você está quebrando a lei; e, se você está quebrando a lei, então a benevolente lei de Deus não pode operar a seu favor.
Nada impedirá que um crente sábio dê seus dízimos e ofertas, mas ele ou ela nunca será encontrado dando dízimos e ofertas esperando conseguir alguma coisa em troca. Ao contrário, o ato resulta da obediência, e Deus sempre recompensa a obediência!

2. FÉ COMO SEMPRE. “A sua oferta a Deus, abre as janelas do céu para você e leva o devorador a ser repreendido”. (Ml 3.10-11).
Nesta passagem das Escrituras, Deus realmente convida o povo a pô-lo à prova, verificar sua lealdade com os dízimos deles. Ele diz que, pelo dízimo que nós retemos, estamos roubando-o do privilégio de derramar grandes e abundantes bênçãos. Ele clama por um dar renovado co essa promessa.

Primeiro: “Haverá mantimento” ou recursos para a obra de Deus (Na minha casa).

Segundo: Ele diz que aqueles que dão serão colocados numa posição para receberem grandes e abundantes bênçãos. Você pode experimentar as janelas do céu verdadeiramente se abrindo com bênçãos que você não será capaz de “receber” ou conter!

Terceiro: Deus diz que ele irá “repreender o devorador”, por causa de vós. Ele fará com que todas as bênçãos que existirem em seu nome sejam direcionadas a você, e Satanás mesmo não pode parar isso. Não tema em fazer prova de Deus com a sua dádiva; Ele é Deus e resistirá à prova todas às vezes.
Comentário extraído do Bíblia Plenitude p.933 SBB.
Pr. José Elias Croce.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELA VISITA.