quinta-feira, 16 de junho de 2011

Romário procura assessores de Edmundo para saber sobre prisão


Romário e Edmundo formaram dupla que marcou época e teve seu auge no Mundial de Clubes. Foto: Getty Images
Romário e Edmundo formaram dupla que marcou época e teve seu auge no Mundial de Clubes de 2000
Foto: Getty Images
O ex-jogador de futebol Edmundo Alves de Souza Neto, de 40 anos, deve ser transferido para o Rio de Janeiro, cidade onde foi expedido o mandado de prisão contra ele. Nesta madrugada, ele foi preso pela polícia paulista em um flat na cidade de São Paulo. Edmundo era considerado foragido da Justiça.

O depoimento de Edmundo ao delegado Eduardo Castanheira terminou por volta das 4h30. O ex-jogador e comentarista esportivo deixou a delegacia às 5h11, em uma Parati vermelha da polícia, descaracterizada, e sem falar com a imprensa, para realizar exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) localizado na região da Ceagesp, na zona oeste.

Após o exame, Edmundo volta para a carceragem da Delegacia Seccional, onde aguardará a chegada de policiais civis do Rio. O mandado de prisão foi enviado do Rio por fax para a delegacia em São Paulo. Edmundo não possui formação superior. Ele estudou até a 6ª série do primeiro grau, portanto, pela lei, não teria direito a cela especial.

O ex-jogador foi condenado em 1999 a quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, pelos homicídios culposos de três pessoas e lesões corporais de outras três em um acidente de carro na madrugada do dia 2 de dezembro de 1995, depois de sair de uma boate na Lagoa, bairro da zona sul carioca.

Após todos seus recursos terem sido negados pelos tribunais superiores, a Justiça fluminense determinou a prisão do ex-jogador de Palmeiras, Corinthians, Santos, Flamengo e Vasco, entre outros times brasileiros, italianos e japoneses - além da seleção brasileira. Atualmente, ele trabalha como comentarista de futebol na TVBandeirantes.
 fonte diario adc

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELA VISITA.