sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Idosa é suspeita de aplicar golpe no INSS há 30 anos

Uma mulher de 60 anos foi presa em flagrante por policias da 54ª (Mesquita), no momento em que tentava receber o dinheiro de uma pensão, R$ 911,00, em um banco na Baixada Fluminense, nesta sexta-feira (29).  A polícia suspeita que a idosa usava há mais de 30 anos documentos falsos para receber os benefícios em nome de Suely de Almeida.
Suely descobriu a fraude em fevereiro, quando foi fazer o pedido de pensão após a morte do segundo marido. O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) informou que não poderia conceder o benefício pois ela já recebia pensão há 32 anos.
Ela tinha CPF (Cadastro de Pessoa Física), título de eleitor, cartões bancários e até uma carteira de trabalho com o nome da vítima. Suely afirma que desconhecia a existência desta pensão, porque não era casada no civil com o primeiro marido.

Há suspeita de que funcionários do INSS estejam envolvidos no crime. O caso vai ser encaminhado para a Polícia Federal. A idosa vai ser indiciada por falsificação de documentos públicos e estelionato. A pena varia de 2 a 10 anos de prisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELA VISITA.