quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

americanos criam 'pílula da juventude'

Princípio ativo da droga age como estimulante da fabricação de células imunológicas e proporciona mais saúde durante a velhice

idosa forte (Pixland)
O medicamento poderia diminuir os custos dos planos de saúde para idosos
Cientistas da Califórnia criaram um medicamento que pode proporcionar mais saúde durante a velhice. A droga intensifica a produção de células brancas, que diminui com a idade, e fortalece o sistema imunológico. Detalhes da descoberta serão publicados na edição de janeiro da revista Clinical Immunology. "É a pílula da fonte da juventude", disse, entusiasmado, Edward Goetzl, pesquisador da Universidade da Califórnia e líder do estudo.
O princípio ativo do medicamento é a lenalidomida, substância que age como estimulante da fabricação de células imunológicas, capazes de combater tumores e infecções que causam o declínio gradual da saúde dos idosos. É necessário uma quantidade tão pequena do medicamento que os pesquisadores acreditam que o tratamento seria praticamente livre de efeitos colaterais.
Plano de saúde mais barato — "Estamos definitivamente antevendo uma longevidade saudável e um período mais curto de fragilidade", disse Goetzl. Segundo ele, o medicamento poderia diminuir os custos dos planos de saúde para idosos.
Investigando os organismos de cinquenta pessoas entre 70 e 80 anos, Goetzl percebeu que aqueles cuja saúde estava mais debilitada tinham carência de citocinas (proteínas que atacam vírus ou bactérias). Por outro lado, os idosos mais saudáveis apresentavam os mesmo níveis de citocinas de jovens de 20 anos. Testada, a lenalidomida mostrou eficiência em elevar a proteína ao patamar normal novamente.
Para Goetzl, mesmo que a pílula não prolongue a vida, ela teria o poder de oferecer melhor qualidade de vida aos idosos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELA VISITA.