segunda-feira, 27 de junho de 2011

Dormir pouco prejudica mais a saúde da mulher do que do homem.

São as mulheres que levam a pior quando dormem mal. Foi o que descobriu uma pesquisa da Universidade de Medicina de Warwick, uma das mais importantes do Reino Unido. Aquelas que dormem pouco correm mais risco de ter a saúde prejudicada do que os homens. E se o hábito for constante aumenta a chance delas de sofrer pressão alta, diabetes, depressão e obesidade.
Para completar o pacote de coisa ruim, outro estudo feito pela Escola de Medicina da Universidade de Pittsburgh revelou que as mulheres também correm mais risco de ter problemas de relacionamento quando dormem pouco.
Mas, o homens não estão totalmente livres das consequências da privação de sono. Quem afirma é o professor de medicina cardiovascular e epidemiologia da Universidade de Warwick, Francesco Cappuccio. Diz que vários estudos mostram que a qualidade do sono curto, que ocorre por um período prolongado, aumenta a probabilidade de homens e mulheres morrerem mais cedo do que deveriam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELA VISITA.