sexta-feira, 24 de junho de 2011

MUNDO ESPIRITUAL REINO DO MAL ENTENDA.


Ezequiel 28:11 a 19, fala de um rei humano, mas de qualidades 
sobre-humanas. Andou em lugares, que um ser humano  até hoje 
não o fez; no Jardim do Édem, só Adão e Eva lá estiveram. 
Ezequiel 28:12, fala “selo de perfeição”, “cheio de sabedoria” 
“perfeito em formosura”,(v.13), “esteve no Édem”. O rei de Tiro 
andou no Édem? E o querubim com espada flamejante? 
“... Vestiu8se de toda pedra preciosa, e a música foi criada
juntamente com ele; em ti se faziam os teus tambores e os teus
pífaros, no dia em que fostes criado foram preparados...”

Este anjo era uma orquestra ambulante, lógico que tudo que 
Deus faz, tem uma finalidade, e este “anjo” foi criado com a 
finalidade de cuidar da música, talvez, conduzir a  adoração. 
Apocalipse 4:8 fala de seres que não tinham descanso nem de dia 
nem de noite, dizendo: “Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o 
Todo-Poderoso, Aquele que ERA, e que É, e que HÁ VE VIR. 
“Andou no Monte Santo de Deus” (v.15) era perfeito  até que 
alguém descobriu algo;(v.16) por causa de um comércio que 
possuía, se encheu de violência, e por isso pecou. 
Por causa deste pecado, foi lançado fora do Monte Santo de 
Deus (v.17) toda a sua sabedoria, beleza (resplendor), se 
corrompem. Começa talvez, a rebelar-se de tal forma, que perde 
sua posição. (Gên. 3:5) (v.19). O castigo foi terrível, pois não 
existiria mais para sempre. 
Isaías também fala desta pessoa e pelo que conta a 
história,viveu bem antes de Ezequiel. 
“. . . Isaías viveu no século VIII a. C., mais ou menos 740-687 
a.C. Executou seu ministério durante quatro reinados, um período 
de cerca de sessenta anos,  durante os quais,  Samária foi tomada e 
Israel foi levado para o cativeiro. 
O tema dos pronunciamentos de Isaías retrocedem aos
conselhos do Deus Eterno e a criação do universo (Is. 42:5) e 
vislumbram quando Deus vai criar novos céus e nova  terra,(Is. 
65:17 e 66:22). 
Ezequiel por sua vez, viveu no século VI a. C., por volta de 597 
a.C. 
O seu livro mostra um homem de severa integridade e forte 
propósito, completamente voltado as práticas de sua religião 
sacerdotal,. .”  (Scolfield) 
(6)
Apesar de terem vivido para ajudar o povo israelita, cada um de 
sua forma, não tiveram nenhum contato,mas falam da  mesma 
pessoa, conforme mostra o texto a seguir. 

“Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como
foste lançado por terra tu que prostravas as nações!
E tu dizias no teu coração:Eu subirei ao céu;acima das estrelas
de Deus exaltarei o meu trono; e no monte da congregação me
assentarei, nas extremidades do norte;
Subirei acima das alturas das nuvens, e serei semelhante ao
Altíssimo.
Contudo levado serás ao Seol, ao mais profundo do abismo.
Os que te virem te contemplarão,considerar8te8ão,e dirão:É
este o varão que fazia estremecer a terra, e que fazia tremer os
reinos,
Que punha o mundo como um deserto,e assolava as suas
cidade. Que a seus cativos não deixava ir soltos para suas casas.
Todos os reis das nações, todos eles, dormem com glória, cada
um no seu túmulo.
Mas tu és lançado da tua sepultura,como um renovo
abominável, coberto de mortos atravessados a espada, como os
que descem as pedras da cova, como cadáver pisado aos pés.
Com eles não te reunirás na sepultura; porque destruíste a tua
terra e mataste o teu povo. Que a descendência dos malignos não
seja nomeada para sempre! (Is. 14:12-2

v.12 – Este ser caiu do céu,  foi chamado de estrela da manhã, 
filho da alva (Ez. 28:17, teu resplendor). Em Apocalipse, Jesus é 
chamado de “a Resplandecente ESTRELA DA MANHÔ. 
V. 13 – queria subir ao Céu, acima das estrelas de Deus. Quem 
eram as estrelas de Deus? Anjos, Querubins, Serafins. Disse ainda 
que construiria um trono, seria semelhante ao Altíssimo (Gên. 
3:5). 
“... porque Deus sabe que no dia em que comerdes desse fruto,
vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecendo o bem e
o mal ...” 


Como podemos ver, um ser orgulhoso com a sua campanha, 
pois parece ter convencido um bom grupo o que lhe dava certeza 
de vitória, (serei semelhante ao Altíssimo). Ezequiel 28:16 fala 
que o comércio foi abundante, uma campanha com grandes 
argumentações que convenceu a muitos. (Apoc. 12:4) 
Qual foi esse comércio?  Pelo que vimos até agora deve ter sido 
a sua beleza, seu poder e sua sabedoria. 
“... Lúcifer, palavra derivada do latim que quer dizer “ANJO 
DE LUZ”. Nome latino derivado do planeta Vênus, o astro 
brilhante do céu, exceto o Sol e a Lua,  que algumas vezes aparece 
de manhã  e outras vezes de noite; de manhã aparece como estrela 
matutina. Em Isaías 14:12, aparece como tradução e  vocábulo 
“helel” (brilhante) “Septuaginta”(heosphoros, portador de luz) 
sendo este título aplicado insultuosamente ao rei da Babilônia ao 
qual na glória e pomposidade considerava-se entre os deuses. 
Esse nome é apropriado em vista do fato que a civilização da 
Babilônia teve início na madrugada cinzenta da história e tinha 
fortes ligações com a astrologia. Os babilônios e assírios 
costumavam personificar a estrela matutina  como BELITE e 
ISTAR. Alguns tem pensado que  a frase “filho da manhã ” talvez 
se referisse ao quarto crescente da lua,e argumentavam em favor 
de uma identificação com o planeta Júpiter.A similaridade da 
descrição dessa passagem bíblica com  outros  trechos como Lucas 
10: 18 e Apocalipse 9:1 e 12:9, tem levado a aplicação desse título 
a Satanás, mas o verdadeiro candidato a esse título,  conforme 
demonstrado em Apocalipse 22:16 é o Senhor Jesus Cristo, em 
Sua Glória depois de Sua ascensão ...” 
(7)
v. 15 – juízo de alguém que tinha o poder de tirar8lhe a vida,
pois diz que o mandaria para o Seol (lugar dos mortos), ou
mais profundo abismo.
v. 16, 17 – exposto a um espetáculo ridículo; quando for
julgado será zombado.


v. 19 e 20 – Será mal8cheiroso, será deixado só, mesmo
morto será desprezado.
A queda desse ser deu-se por dois motivos: 
1º 8 Seu orgulho presumiu que suplantaria a Deus. ão
parou para analisar que ele era criação do CRIADOR.
2º 8 Foi dominado por um desejo enorme de receber as
mesmas adorações que ele mesmo induzia a outros seres
celestiais renderem a Deus.
Já que não conseguira os seus intentos, o que fazer? 
Por possessão diabólica se entende a posse de uma pessoa 
humana, por um espírito do mal, de maneira tal que o ESPÍRITO 
ASSUME A PERSONALIDADE do ser humano, e controla os
seus movimentos físicos, inclusive a fala. 
A primeira possessão ocorreu no Éden (Gn. 3:1-5). Que desejo 
tão insaciável de controlar! Outros textos falam de possessões 
(MT. 8:16; Mc 1:34; Lc 7:21; Atos 5:16). 
Um espírito imundo confessa Jesus, e agita a pessoa quando é 
expelido, (Mc 1:23-27; Lc 4:33-36). 
O endemoninhado de Gerasa vivia em cemitérios, revelava 
extraordinária força, lançava injúrias contra si mesmo (Mc 5:1-
20). 
Em Mateus 12:22, este endemoninhado era cego e mudo. 
O menino epilético de Mateus 17:14-18, doença conhecida pela 
medicina moderna, mas a PALAVRA DE DEUS fala-nos como 
possessão demoníaca. 
Paula liberta uma moça com espírito de adivinhação  (Atos 
16:16-18). 
Em toda a história o que mais vimos é a tentativa de Satanás de 
encarnar de alguma forma, pois somente assim teria  legalidade 
sobre a terra (Sl. 115:16). Ele tenta enganar o seu humano 
dizendo-se bom (espíritos bons), outras vezes dizendo-se mau 
(espíritos maus), tudo através de uma legião de demônios


comandada por ele (Diabo, Satanás). Ele sabe que é  o grande 
enganador mundial, faz isso com maestria, bem organizado,uma 
rede de informações  quase imbatível (Ef. 1:21; II Cor. 4:4; Dn. 
10:13-20), o “príncipe do reino da Pérsia” “príncipe da Grécia” 
mas o anjo Miguel se levanta a favor dos filhos de Israel






Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELA VISITA.