domingo, 28 de agosto de 2011

Qual o centro da vontade de Deus?


Muitos cristãos não têm certeza da salvação. Estão aflitos, cheios de conflitos interno, pois as mensagens destes preletores, que exortam os cristãos a estarem no centro da vontade de Deus, nunca lhes apontam qual é a vontade de Deus. O que impera não é o amor, mas o medo! ( 1Jo 4:18 ). São crentes em crise. Perturbados. Sem vida!



"Para que, no tempo que vos resta na carne, não vivais mais segundo as concupiscências dos homens, mas segundo a vontade de Deus" ( 1Pe 4:2 )



Expressões semelhantes a estas: ‘Quero estar no centro da vontade de Deus’, ‘Quero viver o sonho que Deus tem para a minha vida’, ‘A minha vontade deve estar de acordo com a vontade de Deus’ é uma constante nos púlpitos das igrejas ditas cristãs.



Muitos pregadores assustam seus ouvintes ávidos por aconselhamento afetivo, profissional, familiar, ministerial, etc., com chavões, tais como: ‘Aguarde a vontade de Deus’, ‘Busque a vontade de Deus para a tua vida’ ou, ‘Você está fora da vontade de Deus’.



É alardeado constantemente que o mais importante para o cristão é estar no centro da vontade de Deus. Pessoas e mais pessoas expressam, emocionadas, que desejam estar todos os dias das suas vidas, não importando circunstâncias, no centro da vontade de Deus.



Mas, como não poderia deixar de ser, tais apelos emocionais se agravam, pois os preletores complementam: ‘O centro da vontade de Deus nem sempre é aquele lugar que imaginamos ou queremos estar’, ‘Você está disposto a abrir mão das suas vontades e desejos?’ ou, ‘Você está pronto para viver os sonhos de Deus?’.



Como resultado de tais mensagens, temos muitos cristãos instáveis emocionalmente. Na sua grande maioria, psiquicamente abalados, preocupados, cheios de indagações. Estes são arrebatados emocionalmente nas reuniões solenes, porém, quando chegam às suas residências, ou nos afazeres do dia a dia, a instabilidade e os conflitos se revelam nas incertezas.



Muitos cristãos não têm certeza da salvação. Estão aflitos, cheios de conflitos interno, pois as mensagens destes preletores, que exortam os cristãos a estarem no centro da vontade de Deus, nunca lhes apontam qual é a vontade de Deus. O que impera não é o amor, mas o medo! ( 1Jo 4:18 ). São crentes em crise. Perturbados. Sem vida!



Mas, qual é a vontade de Deus? Por que tanto mistério em torno da vontade d’Ele? Quantas vontades de Deus existem? A vontade de Deus difere de pessoa para pessoa?



Jesus definiu qual é a vontade de Deus: "Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia" ( Jo 6:40 ). A vontade de Deus é especifica, e foi bem definida por Jesus: qualquer que contemplar o Cristo e nele ter fé, terá a vida eterna. E não somente isto, no último dia será ressuscitado dentre os mortos pelo Filho.



Ora, dos que foram escolhidos para serem discípulos de Cristo, a vontade de Deus era que nenhum deles se perdesse, porém, a despeito da vontade de Deus, Judas Iscariotes se perdeu. A interpretação do versículo 39 de João 6 diz especificamente dos discípulos, enquanto o verso 40 de toda a igreja "E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia" ( Jo 6:39 ); "Estando eu com eles no mundo, guardava-os em teu nome. Tenho guardado aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu, senão o filho da perdição, para que a Escritura se cumprisse" ( Jo 17:12).



O apóstolo Paulo também faz alusão à verdade exarada no verso 40: "Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade" ( 1Tm 2:4 ). Ora, a vontade de Deus consiste em salvar todos os homens e, que estes, por sua vez, tornem-se um com a verdade (conhecer) "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" ( Jo 8:32 ). Somente após o homem unir-se a Cristo, ‘conhecendo’ a verdade, liberto estará da condenação do pecado.



Por causa da sua vontade, Deus deu o seu Filho unigênito e, por isso Cristo é o dom de Deus "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" ( Jo 3:16 ; Jo 4:10 ; Ef 2:8 ).



Quando compreendemos que a vontade de Deus é salvar todos os homens e que nenhum se perca, compreendemos o exposto pelo apóstolo Paulo: "Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade" ( Fl 2:13 ). Ou seja, Deus quis salvar (querer) e enviou o seu Filho unigênito (efetuar).



A vontade de Deus foi expressa e é única: a salvação da humanidade! Ou seja, a sua vontade é real, pois para isto providenciou para si o Cordeiro, o Mediador, o Sumo sacerdote, etc. A vontade de Deus não é um sonho, antes é a realidade, visto que a salvação encontra-se em Cristo Jesus nosso Senhor. É pejorativo dizer que Deus tem um sonho para a vida do cristão, pois jamais dorme o guarda de Israel ( Sl 121:4 ).



Portanto, quem pode realizar a vontade de Deus, se a sua vontade consiste em salvar o homem? Eu? Você? Não! A vontade de Deus somente Ele pode realizar e, esta glória Ele não dá a outrem. Ele mesmo diz: "E olhei, e não havia quem me ajudasse; e admirei-me de não haver quem me sustivesse, por isso o meu braço me trouxe a salvação, e o meu furor me susteve" ( Is 63:5 ).



Por isso, Cristo, o braço do Senhor, foi manifesto, desnudado perante as nações "O SENHOR desnudou o seu santo braço perante os olhos de todas as nações; e todos os confins da terra verão a salvação do nosso Deus" ( Is 52:10 ).



Jesus especificou qual era a sua missão: "Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou" ( Jo 6:38 ), pois as Escrituras haviam predito que o Filho faria a vontade do Pai "Então disse: Eis aqui venho (No princípio do livro está escrito de mim), Para fazer, ó Deus, a tua vontade" ( Hb 10:7 ).



Para realizar a vontade do Pai foi necessário estabelecer uma nova aliança "Então disse: Eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a tua vontade. Tira o primeiro, para estabelecer o segundo" ( Hb 10:9 ), e é através da vontade de Deus que foi realizado a oblação do corpo de Cristo para que os que cressem fossem santificados “Na qual vontade temos sido santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez” ( Hb 10:10 ).



Jesus veio realizar a vontade do Pai: salvar o que se havia perdido ( Mt 18:11 ), e quando o Filho acha a ‘ovelha perdida’, é da vontade do Pai que nenhum dos seus pequeninos se percam ( Mt 18:14 ). Tudo o que Jesus fez foi segundo a vontade de Deus, pois somente Cristo pode salvar o que se havia perdido "O qual se deu a si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus nosso Pai" ( Gl 1:4 ).



A vontade de Deus é salvar o homem e, para salvar Ele executou a sua obra, manifestando na plenitude dos tempos a fé, o Verbo e Cordeiro de Deus para que por meio d’Ele cressem, pois este é o único meio da vontade de Deus ser realizada ( Gl 3:26 ). O querer e o efetuar pertencem a Deus "Jesus respondeu, e disse-lhes: A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou" ( Jo 6:29 ).



Os homens querem realizar a obra de Deus e fazer a vontade de Deus. É possível? A multidão queria saber qual era a obra de Deus ( Jo 6:29 ), pois queriam realiza-la, e Jesus respondeu: creiam naquele que Ele enviou, pois esta é a obra de Deus. Ora, todos os que creem em Cristo como diz as Escrituras ‘realizaram’ a obra e a vontade de Deus, o que é impossível aos que não creem em Cristo segundo as Escrituras.



Como? Todos os que creem tem a vida eterna, que é Cristo, portanto, viverão eternamente. Neste sentido, todos os que creem no enviado de Deus fizeram a vontade de Deus, pois estão salvos da condenação imposta pela transgressão de Adão "E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre" ( 1Jo 2:17 ).



Muitos desconhecem qual é a vontade de Deus e estão perdidos em sua religiosidade, pois querem estar no centro da vontade de Deus, cuidando que ela é cumprida através do formalismo, do ritualismo ou da legalidade. Porém, o escritor aos hebreus demonstra que todos os que creram segundo as Escrituras já realizaram a vontade de Deus "Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa" ( Hb 10:36 ).



O escritor aos hebreus, após demonstrar que os que creem já fizeram a vontade de Deus, alerta para que ninguém se prive da graça de Deus, pois um dos enganos do diabo é fazer com que o cristão acredite que ainda não alcançou aquilo que lhe foi concedido "Tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem" ( Hb 12:15 ).



Ora, quem creu já realizou a obra e a vontade de Deus, porém, se desconhece esta verdade, será compelido por obreiros fraudulentos a fazerem uma pseudo obra ou pseudo vontade de Deus. Tais obreiros, por estarem enganados em sua carnal compreensão, além de desconhecerem qual a vontade de Deus, promovem um ambiente de mistério, dizendo que a vontade de Deus nem sempre é o que se imagina ou que se propõe realizar.



Através de argumentos persuasivos corrompem a mente de muitos incautos, tais como: ‘Você está disposto a abrir mão das suas vontades e desejos para fazer a obra de Deus? Você está pronto para viver os sonhos de Deus?’, tornam os seus ouvintes presas, dominando-os a seu bel-prazer "Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo (...) Ninguém vos domine a seu bel-prazer com pretexto de humildade e culto dos anjos, envolvendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão" ( Cl 2:8 e 18).



Todos os versículos que falam da vontade de Deus apontam para a salvação em Cristo. Quando Jesus ensinou a orar, assim orientou: "Quando orardes, dizei: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; seja feita a tua vontade, assim na terra, como no céu" ( Lc 11:2 ). Qual a vontade de Deus na terra? Que nenhum homem se perca, antes que todos venham ao conhecimento de Cristo, a verdade que liberta. A vontade de Deus nos céus vincula-se a Cristo, pois ao retornar a sua glória Ele é o primogênito dentre os mortos e entre muitos irmãos, pois ao fazer a vontade do Pai na terra conduz muitos filhos à glória de Deus ( Hb 2:10 ).



Jesus deixa claro que só entrará no reino dos céus aqueles que fizerem a vontade de Deus, ou seja, que crerem no enviado de Deus "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus" ( Mt 7:21 ).



Como os ouvintes de Cristo estavam admirados de Jesus não ter aprendido ‘letras’, Jesus os alertou dizendo "Se alguém quiser fazer a vontade dele, pela mesma doutrina conhecerá se ela é de Deus, ou se eu falo de mim mesmo" ( Jo 7:17 ), ou seja, os judeus buscavam na lei, nos profetas e nos salmos realizar a vontade de Deus, porém, se compreendessem verdadeiramente as Escrituras (doutrina), veriam que Jesus não falava de si mesmo, antes anunciava a palavra de Deus “Eis que tu que tens por sobrenome judeu, e repousas na lei, e te glorias em Deus; E sabes a sua vontade e aprovas as coisas excelentes, sendo instruído por lei” ( Rm 2:17 -18).



Por causa da relutância em crer em Cristo, Jesus propôs uma parábola aos judeus, e por fim concluiu: "Qual dos dois fez a vontade do pai? Disseram-lhe eles: O primeiro. Disse-lhes Jesus: Em verdade vos digo que os publicanos e as meretrizes entram adiante de vós no reino de Deus" ( Mt 21:31 ).



Portanto, amados, todos os cristãos precisam estar cientes do que alcançaram em Cristo. O apóstolo Paulo ao conscientizar os cristãos assim disse: “Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa” ( Ef 1:13 ). O apóstolo estava demonstrando que eles havia efetivamente feito a vontade de Deus.



O apóstolo Paulo não fez mistério sobre a vontade de Deus, antes demonstrou que Deus desvendou o mistério da sua vontade "Descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo..." ( Ef 1:9 ). Todos os que crêem são amigos de Deus, visto que a barreira de inimizade foi desfeita e tudo lhe foi revelado "Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer" ( Jo 15:15 ).



Portanto, ordens imperiosas como: ‘Consulte a vontade de Deus para a sua vida’, ‘Deus tem o melhor plano para sua vida’, são inócuas, pois os que são amigos de Deus conhecem a sua vontade e já foi desvendado o mistério da sua vontade aos que creem. Tais mensagens tornam os meninos na fé temerosos, principalmente se estiver passado por dificuldades, visto que ficará questionando: “Será que esta é a vontade de Deus para a minha vida?”.



Esta teologia desfocada da palavra de Deus geralmente se impõe em momentos de dificuldades, catástrofes, acidentes, pois divulgam que, para realizar a vontade de Deus o homem tem que passar pela autonegação, que é preciso negar seus anseios.



O apóstolo dos gentios demonstra que Epafras estava orando a Deus em favor dos cristãos, para que fossem conservados firmes, perfeitos e consumados em toda a vontade de Deus. Se a oração era para que conservasse os cristãos firmes, isto indica que já haviam feito a vontade de Deus "Saúda-vos Epafras, que é dos vossos, servo de Cristo, combatendo sempre por vós em orações, para que vos conserveis firmes, perfeitos e consumados em toda a vontade de Deus" ( Cl 4:12 ).



O apóstolo Paulo recomenda a Timóteo que tivesse um comportamento similar ao de Epafras, porém, ele devia orar por todos os homens, quer fossem nobres ou servos, pois tal atitude era boa e agradável diante de Deus e, em seguida complementou apresentado a vontade de Deus: “ADMOESTO-TE, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens; Pelos reis, e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade; Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador. Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade” ( 1Tm 2:4 ).



Através da exposição paulina a Timóteo é possível demonstrar qual é a boa, agradável e prefeita vontade de Deus: que todos se salvem e venham ao conhecimento da verdade "E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus" ( Rm 12:2 ).



Qualquer que se porte como Epafras e conforme o apóstolo Paulo ensinou a Timóteo, teve a sua mente renovada. Deixou de ser conforme o mundo, entenebrecido no entendimento e, agora compreende que Deus quer que todos se salvem por intermédio de Cristo.



Resta o alerta: "E o servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites" ( Lc 12:47 ).



Portanto: "Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco" ( 1Ts 5:18 ). A vontade de Deus é que o cristão dê graças em tudo, ou a vontade de Deus é a nossa santificação? Por certo que a vontade de Deus é a nossa santificação, o que foi realizada pela oferta do corpo de Cristo "Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição" ( 1Ts 4:3 ).



O cristão deve dar graças porque a vontade de Deus promoveu a santificação, diferente da ideia de que é da a vontade de Deus que se dê graças em tudo ( Hb 10:10 ). Ser agradecido deve ser uma disposição própria do Cristão ( Cl 3:15 ), e não uma prescrição expressa por Deus “Dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo” ( Ef 5:20 ).



Quando o cristão compreende que a vontade de Deus é que nenhum homem se perca, portar-se-á de modo a não dar escândalo a judeus, gregos ou a igreja de Deus, para onde chegar tenha abertura para anunciar a Cristo ( Ef 5:17 ). A vontade de Deus foi revelada ao apóstolo Paulo, e este, por sua vez, fez de tudo para que pudesse salvar alguns "Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns" ( 1Co 9:22 ); "E ele disse: O Deus de nossos pais de antemão te designou para que conheças a sua vontade, e vejas aquele Justo e ouças a voz da sua boca. Porque hás de ser sua testemunha para com todos os homens do que tens visto e ouvido" ( At 22:14 -15), e após se inteirar desta verdade, escreveu a Timóteo dizendo: Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade” ( 1Tm 2:4 ).



Quando você ouvir alguma mensagem com as seguintes frases: ‘Esteja certo de estar no centro da vontade de Deus!’, ‘Você sabe se é isso que Deus tem para você?’, ‘Seus desejos são os de Deus?’, ‘Não dê um passo sem consultar o Pai!’, ‘Siga os dez passos para conhecer a vontade de Deus’, não se deixe enganar.



Você já fez a vontade de Deus quando creu em Jesus conforme as Escrituras, e como a promessa feita por Cristo não é de casa, carro, casamento, emprego, etc., "E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna" ( 1Jo 2:25 ), basta tão somente a paciência, a obra perfeita da fé, pois de nada tem falta os que creem "Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa" ( Hb 10:36 ; Tg 1:4 ; Sl 34:9 ).



LIDER SUPERPROTETOR

Reflita sobre como você tem desempenhado sua função de liderança e se tem deixado pegadas que outros discípulos podem seguir



Atualmente, vivemos em uma sociedade em que os nossos jovens, adolescentes e crianças foram criados superprotegidos. Muitos tiveram as coisas muito fáceis, foram protegidos das coisas difíceis da vida ou até mesmo sempre tiveram os pais para fazer as coisas, então, nunca tiveram as suas próprias experiências. Um bom exemplo dessa realidade é que algumas famílias “seguram” os filhos para não trabalharem e por isso, quando crescem, não sabem lidar com as adversidades, com tomadas de decisões, com iniciativa para algo novo.



Pensando nesse perfil, cheguei ao seguinte questionamento: Será que não temos repetido essa postura de algumas famílias e acabamos formando discípulos e líderes dependentes, sem iniciativa e que não sabem encarar o confronto?



De fato, existem muitos líderes que são superprotetores, líderes que fazem de tudo para que seus liderados não errem, não sofram as mesmas dores e dificuldades que passaram, e que também amenizam na hora de tomar decisões mais duras. Muitas vezes essa atitude é fruto da nossa maneira de ser, adquirida pela forma que fomos educados pelos nossos pais ou até mesmo de líderes que tivemos. Essas manias que temos influenciam diretamente na maneira de liderar. Elas são muitas vezes bem subjetivas e não as percebemos, porém prejudicam o crescimento do cristão que está sendo acompanhado e trazem sérias implicações que o atrapalham. Um bom exemplo é quando um discípulo não sabe tomar decisões por que tem medo de errar. Por isso ele recorre ao seu líder ou a uma outra pessoa para saber qual é a melhor decisão sobre determinado assunto.



Liderar é influenciar outras pessoas em todos os sentidos. Não existe líder que não influencie. Ser líder é então o maior e mais importante desafio para qualquer pessoa. Mas existe limite.



Outra importante situação que acontece com líderes superprotetores é que eles adquirem essa “superproteção” por causa de momentos difíceis vividos no passado, quer seja por seis meses, um ano, dois ou até cinco anos. Normalmente, assumem uma postura de “resolver tudo sozinho”, por muitas vezes não ter líderes no auxílio do ministério, ou por termos líderes imaturos, “brigão demais”, inconstantes, sem compromisso ou omissos. Então, esse líder acaba se tornando um faz tudo (aconselha, ministra o louvor, dá o estudo etc), e isso acontece por muito tempo, pois você precisa formar uma liderança nova e preparada para assumir responsabilidades, mesmo que eles não estejam do jeito que você acha que eles precisam estar preparados.



Acredite, se você é um bom líder vai gerar outros líderes que precisam liderar para aprender. Além disso, ninguém é super-homem, uma hora você não dá conta de fazer tudo sozinho e vai ficar sobrecarregado e também acaba fazendo as coisas mal feitas. É terrível ver um líder que está arrastando, não aguentando mais o “peso do ministério”. O ministério acaba se tornando um fardo e não um privilégio. Ouça o conselho de Jetro, sogro de Moisés (Êx 18.13-27), e distribua suas funções, então faça bem feito o que Deus colocou em suas mãos.



O líder paternalista normalmente não vê isso. Ele faz sempre quando o outro não faz e não chama atenção quando o outro tem que fazer a sua obrigação. O líder paternalista deixa seu liderado mal acostumado porque se este não fizer o líder sempre irá fazer. Se você acredita em seu liderado, que está sendo treinado para assumir liderança, deixe que ele pise na bola, erre, dê “furo”... Muitas vezes, é assim que aprendemos. Esses sim aprendem a liderar. Sua liderança será muito mais forte se você aprender a distribuir tarefas para que outros também te ajudem a liderar.



Todo esse “raio x” feito ao longo desse texto é para que todo líder veja e reflita como tem sido sua liderança e entenda que sua influência é maior do que pode imaginar. Lembre-se, cuidado não é superproteção, acompanhamento não é domínio, discipulado não é cercar ou proteger a pessoa. Liderar é fazer como Jesus fez com seus discípulos, ensinou e os acompanhou sem ser superprotetor.



Fonte: lagoinha.com

domingo, 21 de agosto de 2011

O Poder do Nome



Estudo Bíblico sobre: "O Poder do Nome"


O Poder do Nome
Texto: Atos 4:1-14,18-20
Introdução
1. Pense em como é importante o seu nome.
2. Você pensou muito sobre nomes quando você nomeou seus filhos.
3. Os nomes eram mais significativos nos tempos bíblicos.
4. O nome é igual a quem a pessoa realmente é. Ex. Jesus = Salvador.
5. O que podemos dizer sobre o nome de “Jesus”?
6. Pedro e João tinham algumas coisas – Atos 4:1-4
I. O nome de Jesus transforma vidas. Atos 4:1-11
A. Eles estavam com problemas por curar um homem coxo – Sua vida foi transformada (3:6,16)
B. As vidas de milhares de pessoas foram transformadas. (3:19-20, 4:4)
C. A vida de Pedro foi transformada.
1. Pedro negou Jesus três vezes.
2. Jesus restaurou a Pedro. “Tu me amas…”.
3. Pedro aqui ousadamente proclamou Jesus. (4:7-11)
D. A sua vida foi transformada? (3:19-20)
II. O Nome de Jesus é exclusivo. Atos 4:12
A. O Evangelho verdadeiro nem sempre é popular. Isto é verdade entre as igrejas também.
Vivemos em dias rebeldes.
B. Este é o coração do Evangelho – Jesus Cristo é o único caminho da salvação. “Eu sou o Caminho…”.
1. Não é você possuir boas ações
2. Nem qualquer outro líder religioso – Buda, Maomé. Não devemos ter ódio, mas apoiar missões.
C. Não são todos que vão para o mesmo lugar. Todos os caminhos não conduzem a Deus. O nome de Jesus é exclusivo, mas totalmente inclusivo – Você pode invocá-lo.
III. O Nome de Jesus é incontrolável. Atos 4:13-14, 18-20
A. Eles não poderiam negar a mudança na vida do coxo. Eles não podiam castigá-los – relações públicas.
B. Pedro e João foram advertidos para não falar em nome de Jesus. (V.18)
C. Sua resposta – “Não podemos deixar de falar…” (v. 20)
1. O Evangelho de Jesus é irresistível. Você não pode conte-lo!
2. Para o crente, essa mensagem é o sangue da vida – o propósito e a esperança da vida.
3. Este nome do Evangelho controla sua vida? Ou você tem tudo sob controle? Para muitos, o lema é “Nós não podemos ser forçados a falar das coisas vistas e ouvidas”.
Conclusão
1. Jesus quer mudar sua vida.
2. Cristo é a única esperança de salvação.
3. Falar O Nome é como respirar ar fresco.

sábado, 20 de agosto de 2011

MP, quer que Rede TV! e Igreja da Graça se retratem por ofender ateus



Ministério Público pede que Rede TV! e Igreja da Graça se retratem de ofensas aos ateus
As palavras do pastor João Batista da Igreja Internacional da Graça de Deus causaram repulso aos ateus. Isso porque no programa “O Profeta da Nação” que foi ao ar no dia 10 de março pela Rede TV!, o pastor disse que quem não acredita em Deus é uma má pessoa. “Quem não acredita em Deus pode ir pra bem longe de mim, porque a pessoa que não acredita em Deus, ela é perigosa. Ela mata, rouba e destrói. O ser humano que não acredita em Deus atrapalha qualquer um. Mas quem acredita em Deus está perto da felicidade.”
Diante dessas palavras, o Ministério Público Federal em São Paulo resolveu entrar com uma ação na Justiça para obrigar a Rede TV! e a Igreja do missionário R.R. Soares a se retratarem por essa ofensa. A ação foi movida nesta quinta-feira, 18 de agosto.


RR Soares chama Ibope de ‘coisa do capeta’


rr soares 300x199  RR Soares chama Ibope de coisa do capetaRR Soares, líder da Igreja Internacional da Graça de Deus e figurinha carimbada do horário nobre da Band, parece estar irritado com a possibilidade de perder o horário que ocupa na emissora. A informação é da coluna Outro Canal, do UOL.
O canal paulista está decidido a retomar a propriedade da faixa ocupada pelo ”Show da ”. O motivo é a queda radical de audiência que ocorre sempre que a atração religiosa entra na grade, às 20h30. Desta forma, os programas que vêm na sequência demoram para recuperar o índice, o que afeta diretamente o departamento comercial da casa.
Por outro lado, os R$4 milhões mensais pagos pela congregação sempre foram vistos com bons olhos nos corredores da Band. Em diversas oportunidades, a retirada do ”Show da Fé” foi barrada pela volumosa cifra.
Mas parece que desta vez a intenção será levada a cabo. Assim, quem reage é Soares, que disparou contra os critérios de medição de audiência durante a sua sessão de televangelização da última quinta-feira (18). ”É coisa do capeta. Eles deveriam perguntar de porta em porta quem assiste aos programas”, disse o pastor.
fonte -Bonde / Portal Padom

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

ESPIRITA E A BIBLIA EXPLICA

Existe algo no ser humano, uma curiosidade que nos impulsiona para coisas fantásticas. E não há nada mais fantástico do que se comunicar com os mortos. Falar com aquela pessoa que você tanto amava, mas que agora estão separados pela morte. As empresas cinematográficas continuam fazendo muito sucesso com esse tipo de filme, como “Ghost – do outro lado da vida”. “Os outros” entre outros. Por isso, devemos analisar com muita atenção a mensagem pregada pelo espiritismo e se de fato ela condiz com a Palavra de Deus.
.
Atos 16: 16-20. A bíblia ensina que adivinhações aconteciam na época de Cristo também. Essa escrava andava atrás de Paulo e Silas, gritando que eles eram os mensageiros de Deus, ela estava importunando os homens de Deus. E interessante pensar que esse tipo de coisa já dava lucro naquela época.
E temos uma curiosidade doentia, queremos saber o vai acontecer, saber mais sobre o futuro. Isso revela uma insegurança que habita em nosso mundo com pouco conhecimento da bíblia, vivemos num mundo cada vez mais confuso.
A Bíblia ensina que os espíritos existem, e existem os espíritos maus, como esse. E os espíritos bons (anjos – Mateus 18: 10). A Bíblia não nega a existência dessas coisas, mas ela proíbe a forma com que os homens mexem com o mundo espiritual. Porque, tudo isso reflete uma falta de confiança em Deus e um fraco relacionamento com o Deus Eterno.
Deuteronômio 18:9-13. Isso foi escrito há mais de 3500 anos, na época de Moisés. Impressionante! Ver que a mesma natureza curiosa, que hoje atrai milhares e milhares de pessoas, é a mesma que atraía o povo de Israel, há mais de 3500 anos com os adivinhos, magias, feiticeiros, encantamentos, médiuns, com aqueles que consultavam os espíritos ou consultavam os mortos.
O espiritismo prega a evolução dos espíritos, que os espíritos vão alcançando estágios mais elevados, que os espíritos estão entrando em harmonia com o cosmos e o universo. E que alguns homens sentem isso, e aqueles que são mais evoluídos conseguem se comunicar com os mortos, conseguem ver a energia espiritual e mexer com o mundo espiritual.
Mas, a Bíblia já alertava o homem há 3500 anos para não mexer com as coisas repugnantes que atrapalham o povo de Deus. Não é para mexermos com quem invoca os espíritos dos mortos. Não é para irmos atrás de adivinhos, irmos atrás de feiticeiros. E a mesma raiz encontramos nos búzios, nas cartas, horóscopo, etc. Sendo que a busca dessas coisas revelam uma insegurança no relacionamento com Deus, um distanciamento de Deus e um povo com pouco contato com o Criador. Não devemos mexer com essas coisas é o que a bíblia diz.
Levítico 20:6; 27. Deus é serio sobre isso.
Porque é que as pessoas buscam isso? Eu penso em três razões?
1. Falta de confiança em Deus.
A falta de um relacionamento com Deus. E saber que ele tem controle sobre todas as coisas. Levam as pessoas a ficarem inseguras. E, por isso, querem saber o seu futuro, e que os médiuns têm a dizer, e que o astral está dizendo, e buscam qualquer tipo de força que lhe dê alguma segurança. E tamanha é a distância de Deus que uma pessoa vem e fala qualquer coisa e a outra pessoa sai tão segura. Nós éramos assim.
2. Medo
A segunda razão é o medo de enfrentar os problemas que virão. Medo de ver a casa cair. Um medo de enfrentar a realidade. Assim, querem encontrar uma saída. Todo esse medo é o reflexo de uma vida sem Deus.
3. Dificuldades.
Quando passamos por dificuldades somos impulsionados a saber o nosso futuro e nossa sorte, e queremos buscar os adivinhos. Queremos uma saída fácil, queremos uma pílula mágica. Alguns fazem os maiores absurdos em busca das soluções fáceis indicadas pelos “mestres espirituais”. As dificuldades nos levam ao mundo dos mortos. “Deixe-me consultar o morto, para que ele me aconselhe no que fazer agora”.
Irmãos, Satanás tem usado essas coisas para enganar milhares de pessoas. E os demônios falam aquilo que você quer ouvir.
1 Samuel 28: 3-20. Vamos analisar uma sessão espírita na bíblia.
Porque é que Saul foi atrás dessas coisas? É porque estava morrendo de medo do que iria acontecer naquela guerra. O Deus Eterno já tinha abandonado Saul. Se você tem um relacionamento com Deus você não precisa pedir conselhos para os mortos. Quem faz isso não tem o verdadeiro conhecimento de Deus.
Alguns dizem que o lance agora é crer na reencarnação. A TV globo tem uma novela chamada “Alma Gêmea” que explora todo esse lado espírita. Que você vai ter muitas vidas, viver em diferentes carmas, para que você possa evoluir socialmente e moralmente. Alcançar um estado iluminado. Isso vem de encontro à necessidade humana de nunca encontrar um fim. Não queremos prestar contas, por isso, vamos reencarnar várias vezes. E vamos voltar e evoluir e vamos nos aperfeiçoar a cada dia.
Quero fazer uma pergunta para você: Você enxerga o mundo melhorando com o passar dos anos?
Interessante pensar na doutrina da reencarnação ela tem uma origem nos hindus, e sabê o que desmorona essa doutrina? É que o país, a Índia, é um dos mais miseráveis socialmente, economicamente e moralmente de nosso planeta. Se você ler um pouco da história da Índia vai entender. Mas, se lá é o berço de tudo isso, porque é que a evolução moral e social, pregada no espiritismo, não tem construído um país melhor.
Outra coisa, se estivéssemos reencarnando e evoluindo, nosso mundo estaria evoluindo, estaríamos mais perto de Deus, mais cheio de amor e harmonia, nossos casamentos estariam funcionando mais, nossas famílias mais unidas, haveria mais paz e mais alegria. Porém, o mundo despenca cada dia.
Muitos buscam isso, porque fogem da responsabilidade de mudar sua própria vida para prestar contas um dia a Deus.
Hebreus 4: 13; 9: 27. Desmontam a doutrina da reencarnação. Odiamos esse encontro com Deus, mas não tem jeito. Aproveite sua vida, pois é a única oportunidade de conhecer a Deus e sua maravilhosa graça, não teremos outra chance.
Alguns Hindus mais fanáticos usam um lenço que cobre a boca e o nariz, para não engolir moscas, pois aquela mosca engolida poderia ter sido a vovó do cara em outra vida. Isso é até engraçado. Para o ocidente esse negócio é engraçado, porém, não achamos graça no evangelho segundo Allan Kardec. Agora sim! Agora temos uma mensagem psicografada, temos um contato com os mortos. Pois, ele é francês, um intelectual.
Gálatas 1: 8-9. A Bíblia ensina que não é para mudarmos nada, não é para escrever outro evangelho, não é para psicografar nada, acrescentar nada. Alguns mexem com a Bíblia como se fosse um livro qualquer. “Posso tirar isso porque não concordo”. Não existe o evangelho segundo o fulano de tal. O apóstolo Paulo está dizendo “que seja amaldiçoado, mesmo que ele ou um anjo do céu mude algo”.
O espiritismo pegou alguns trechos bíblicos e torceram como Lucas 16, na parábola do “Rico e o Lázaro”, para dizer que ali está uma prova que é possível falar com o mundo dos mortos. Ou Salmo 139 que diz que Deus nos conhece desde o ventre materno, isso é usado para justificar a reencarnação. Assim vão torcendo a Palavra de Deus.
A Bíblia é como uma carta que um Pai escreveu com muito carinho para seu filho, o pai queria comunicar algo para seus filhos. Aí surgem pessoas que abrem à carta e vão interferindo nessa comunicação, mudando o conteúdo original. O pai não vai gostar nada disso. Deus ama os espíritas e qualquer pessoa, mas não tolera as distorções de sua Palavra, escrita com o sangue dos santos. Deus odeia o pecado e tudo aquilo que nos leva para longe Dele.
Aonde devemos ser alicerçados.
Efésios 6: 10-18. “Fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder”. O chamado é para estarmos perto de Deus. Se você tem um relacionamento forte com Deus, você não precisa sair por aí para falar com os mortos.
O apóstolo fala de uma guerra espiritual. Uma luta travada e temos que lutar com a armadura de Deus. Essa armadura consiste em algumas coisas: A VERDADE, JUSTIÇA, EVANGELISMO, FÉ, SALVAÇÃO, PALAVRA DE DEUS e ORAÇÃO.
Irmãos usem toda a armadura de Deus, assim não haverá dúvida. Pois, a armadura de Deus vai nos proteger.
2 Coríntios 3: 18. Estamos aqui para glorificar o Deus Eterno, não estamos aqui para reencarnar. Estamos aqui para construirmos um relacionamento com Deus e conforme vamos crescendo nesse relacionamento, sendo um cristão fiel e feliz. Vamos glorificar o nome de Deus.
Não estamos aqui para querer adivinhar o futuro, para falarmos com os mortos. Estamos aqui para crescermos no conhecimento de Jesus Cristo. Cristo nos chamou para morrermos para nós mesmos e não se preocupar com o dia de amanhã. Cristo tem transformado a vida de muitas pessoas e essa é a receita para um mundo melhor. O mundo será transformado quando esquecermos de nós mesmos e amarmos o próximo de todo o coração.
Irmãos, estou falando sobre essas coisas, pois sinto que em nosso convívio nos últimos tempos, circula uma sentimento que não importa a religião. Não mexe comigo que eu não mexo com você. Eu não acredito nesse pensamento que religião é tudo igual, só precisamos buscar algo. Eu acredito que a Bíblia deve ser respeitada e aceitada como ela é, eu acredito que devemos lutar pelas doutrinas certas como os apóstolos fizeram, eu acredito no fundamento dos apóstolos e profetas e em Jesus Cristo como pedra angular, amém.

fonte caminho cristao

sábado, 13 de agosto de 2011

CPTM recebe 1 queixa ao dia contra pregação em trens de SP

Passageiros dos trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) enviam uma queixa por dia à empresa contra a pregação religiosa nos vagões. A estatal recebeu 177 reclamações de janeiro a junho deste ano, sendo que foram 261 queixas ao longo de 2010. A CPTM coíbe a prática, o que, segundo a empresa, "não se confunde com os direitos assegurados na Constituição", mas se baseia na ideia de que "o Estado é laico e pela própria Constituição ninguém tem o direito de impor sua fé ao outro, notadamente em ambiente fechado como é o caso dos trens". Quando um pregador é removido do vagão, ele perde o direito da viagem, informou a CPTM. As informações são do Jornal da Tarde.
"A maioria das pessoas gosta de ouvir", garante o analista de informática Agostinho Ferreira da Silva, 46 anos, qua há oito anos evangeliza nos vagões da Linha 12-Safira. O operador de logística Vanderlei Aparecido Luiz, 38 anos, usa a Linha 10-Turquesa (Luz/Rio Grande da Serra), a que tem mais denúncias. Ele diz sentir-se incomodado. "Às vezes, eles chegam a gritar. Atrapalham as pessoas que tentam voltar dormindo de um dia cansativo." Ele chegou a ver um evangelizador sendo expulso por passageiros revoltados. "Em uma estação, seguraram a porta e falaram que o trem só andaria se ele saísse." Uma determinação judicial proíbe a prática desde 2009 no Rio de Janeiro, em ação proposta pelo Ministério Público. Painéis nas linhas da Supervias avisam até sobre a possibilidade de cessação coercitiva de práticas dessa natureza, com o apoio da polícia. 

FONTE PORTAL TERRA

Veneno das Teles Novelas


Uma pessoa em sã consciência jamais tomaria um copo de veneno. Mas esta mesma pessoa poderia ser enganada ao lhe oferecerem um copo de veneno com aparência de um delicioso suco bem adocicado e gelado. Sem dúvida que o resultado não seria outro senão os prejuízos à saúde desta pessoa, apesar da boa aparência do veneno.As telenovelas são como "um copo de veneno adocicado" sendo oferecido todos os dias aos cidadãos que acabam sendo enganados e envenenados com suas filosofias destrutivas.



Nunca vi uma telenovela que não explore em todos os seus capítulos cenas de brigas, desentendimentos, luta pelo poder, trapaças, desonestidade e outras. 
Praticamente todas as telenovelas fazem apologia à infidelidade conjugal, divórcio e à prática do sexo sem compromisso, inclusive incentivando a iniciação sexual cada dia mais precoce. Tem sido comum também a defesa da prática homossexual como algo extremamente normal, como se este fosse o 3º sexo, algo super natural.


Porém, ultimamente virou moda inserir nas telenovelas temas sociais como dependência química, esquizofrenia, violência contra mulheres, maus tratos contra pessoas da 3ª idade, exploração do trabalho infantil, como lidar com doenças como leucemia, como conviver com pessoas com síndrome de down, etc., etc. Estes elementos constituem o "doce" misturado ao veneno.


É ridículo alguém defender as telenovelas usando o argumento de que elas estão conscientizando o público quanto a assuntos importantes. Eu prefiro me conscientizar de tais assuntos buscando informações em fontes puras. As telenovelas são fontes envenenadas.
Para o seu bem e de sua família, preencha seu tempo com outras coisas. Seja crítico e não aceite copos de veneno adocicados.

Rev. Evanderson Cunha 

ORAÇÃO CURA A ALMA !!!


Alguém já disse que oração é nosso canal direto, nosso link de conexão com Deus. Oração honesta e sincera, de um coração aberto e rasgado diante de Deus, faz toda a diferença. Até porque não existe oração se não houver relação homem x Deus. Oração onde não se conhece nem se busca um relacionamento com Deus é um balbuciar de palavras ao vento. Oração pressupõe relação com o Pai.

A oração é a melhor, ou porque não dizer a ÚNICA forma de se aproximar do Deus Criador. (Isso claro associado à leitura da Palavra). É essencial tanto para aqueles que já O conhecem, quanto para aqueles que querem O conhecer.

Isaias 38 narra a cura de um rei chamado Ezequias. Um homem que recebeu a sentença de morte e depois a viu revogada. No entanto, a cura de Ezequias não se deu pura e simplesmente pela sua oração daquele momento em que vira para a parede. Não!

Ezequias era um homem que temia ao Senhor. Durante seu reinado ele reparou e purificou o templo. Reintegrou os sacerdotes e levitas ao seu ministério, e restaurou a celebração da Páscoa (II Crônicas 29:3 e 30:5). Além disso, combateu a idolatria em Judá...

Ezequias já havia construído um relacionamento com Deus, e isso contava muito mais do que qualquer reza ou ladainha. Deus gosta daqueles que estreitam um relacionamento com Ele. Foi assim no caso de Davi, Salomão, Enoque, Moisés...

Fé em Deus não é um instrumento isolado. Ela pressupõe comunhão com Ele. Dizer que há fé sem andar com Deus no dia-a-dia é balela. Oração verdadeira não mede palavras, não inventa jargões, não tem hora nem local específico... É o rasgar do coração do servo para o seu Senhor.

Foi exatamente isso o que ocorreu. Ezequias vira para o lado, fala com seu Deus, expressando seu coração. Um verdadeiro coração de servo. O coração daquele que, durante sua trajetória, buscou servir a Deus fielmente pelo que Ele é não pelo o que Ele podia fazer.

A cura, por conseguinte, ocorrera em primeiro lugar, porque era da Vontade de Deus, em segundo, pelo “histórico” de Ezequias. Tem muita gente afastada de Deus que corre pra igreja quando o problema surge e faz uma “oração de fé”, achando que aquele momento isolado vai mover as Mãos do Pai. Não se engane! Deus sabe e conhece aqueles que caminham com Ele e também conhece os “interesseiros” de plantão. Gente que só O procura quando o calo aperta.


Oração é poder! Estar com Deus é querer! Cura é possibilidade! Pense nisso...

Glórias, pois, a Ele.

Autor: Pr. Marcello Matias.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Apóstolo Valdemiro Santiago assume as madrugadas da Band



O Apóstolo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, conseguiu “por de baixo dos panos” tirar um dos mais famosos televangelistas brasileiros do ar em seu principal meio de divulgação.






Com uma proposta irrecusável oferecida no começo de junho deste ano, Valdemiro ofereceu mais que o dobro do valor que Silas Malafaia paga à Band para ficar com o horário do Pastor nas famosas madrugadas na emissora. De acordo com informações, o valor oferecido foi 150% a mais do que já é pago pelo horário, os valores exatos não são divulgados, mas devem girar acima da casa dos 10 milhões de reais por mês.










O Apóstolo Valdemiro se tornou o dono da madrugada da Band, já que com a oferta também tirou o Missionário R. R. Soares do ar, que tinha seu teleculto exibido após o programa do Pastor Silas. A nova programação do horário das 2 horas às 6:45 da manhã com a Igreja Mundial do Poder de Deus no comando começará a ser exibida em outubro. Os contratos já foram assinados.


“Traira!”


O Pastor Silas Malafaia foi procurado pela reportagem para comentar a mudança. Por meio de assessoria de imprensa, Valdemiro Santiago foi classificado como “traira” pela atitude. Na mensagem enviada a assessoria do Pastor afirma que “o Ap. Valdemiro Santiago é um verdadeiro TRAÍRA! Tudo que ele falou do R.R. Soares e Igreja Universal ele fez agora muito pior. (…) Ap. Valdemiro Santiago, QUE VERGONHA! QUE ABSURDO! QUE TRAÍRA!”










Na nota ainda é lembrado que o Pastor Silas Malafaia defendeu o próprio Apóstolo Valdemiro Santiago quando este comprou os horários do Missionário R. R. Soares na CNT tirando-o do ar no canal. Também é dito que o líder da Vitória em Cristo foi quem solicitou junto a direção da TV Globo para que eventos da Igreja Mundial fossem noticiados pela emissora, como já aconteceu, além de afirmar que teria o ajudado “em outras ‘coisitas’ mais que não interessa falar aqui…”


A assessoria ainda ataca indiretamente a Igreja Universal do Reino de Deus ao afirmar “Entendemos que de onde ele veio o DNA não podia ser diferente, isso é ESPÍRITO DE ESCORPIÃO! Pede ajuda e depois mata quem o ajudou!”.


Disputas


O Apóstolo Valdemiro e o Pastor Silas estavam na disputa pela compra dos horários na madrugada no SBT. Após Malafaia se retirar da disputa, Santiago chegou a acertar valores, mas devido a burocracia gerada pela emissora de Silvio Santos decidiu mudar a estratégia e investir o dinheiro em outras formas de divulgação de sua igreja, uma delas seria a compra de um canal em São Paulo. A outra foi a compra do horário do Pastor Silas Malafaia.


Malafaia continuará no ar com seu Programa Vitória em Cristo em afiliadas de diversas emissoras no país e na Rede TV!, não se sabe se voltará a disputa pelo espaço no SBT.